Um estudo em parceria com pesquisadores foi publicado recentemente pela Nvidia e o IBM. Eles estão trabalhando acerca do desenvolvimento de uma solução para integrar, de maneira direta, GPUs e SSDs.

A novidade foi denominada, em tradução livre, como o “Grande Acelerador de Memória” (BaM) e pode exercer um papel fundamental na melhoria de tarefas envolvendo aprendizado de máquina e inteligência artificial num futuro próximo, eu diria.

Afinal, qual a finalidade?

O BaM vai permitir que GPUs leiam e sobrescrevam pequenos dados diretamente em um SSD, dispensando o tráfego de informações extras através de um processador, que poderia resultar na perda de eficiência, isso tudo sob demanda.

No estudo completo, os pesquisadores explicam que “o objetivo do BaM é estender a capacidade de memória da GPU e aprimorar a largura de banda de acesso ao armazenamento eficaz.”

Como vai funcionar?

O BaM utilizaria a memória cache da GPU, gerenciada por um software externo apoiado por uma biblioteca de dados no SSD e, em conjunto, todo o processo de transmissão seria gerenciado pela GPU, resultando em um processamento de dados ainda mais rápidos e no aceleramento de treinamentos de aprendizado de máquina e outras atividades mais exigentes.

Pra finalizar, podemos dizer que a novidade pode ser a primeira alternativa à solução proprietária DirectStorage, recém-liberada pela Microsoft, que deve oferecer mais desempenho para jogos e aplicações através de um processo similar.

Então, gamer, agora nos resta aguardar mais informações sobre o desenvolvimento do BaM para conferir a sua eficiência. Curtiu essa novidade? Comenta aqui e compartilha com a galera!

Fonte: TecMundo

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
O que achou desta notícia? Comente...x