Depois que várias empresas cancelaram seus conteúdos na Rússia, o país pretende aderir a legalização da pirataria

A Rússia está supostamente no processo de mudar suas leis de pirataria em uma tentativa de combater boicotes generalizados e sanções impostas por países ocidentais após a invasão da Ucrânia. Citando o jornal estatal russo Rossiyskaya Gazeta, a notícia da City AM informa que o governo russo já alterou algumas regras locais de propriedade intelectual (IP) para contornar os direitos dos detentores de patentes ocidentais.

De acordo com o relatório, a Rússia “legalizou efetivamente a pirataria” ao introduzir novas leis que permitem que as empresas usem inovações de países ‘hostis’ sem pagar para usar sua propriedade intelectual.

Embora isso geralmente se refira a permitir que os produtores russos fabriquem certos produtos que geralmente são fornecidos por outras empresas ocidentais, também pode ser estendido ao uso de software não licenciado. O Torrent Freak informou no início desta semana que os planos propostos pela Rússia incluíam referência a empresas estrangeiras revogando ou se recusando a emitir licenças de software.

Emulação: Pirataria ou necessidade?

Um documento do governo intitulado Plano de Ação Prioritária para Garantir o Desenvolvimento da Economia Russa nas Condições de Pressão de Sanções Externas referia-se ao potencial “cancelamento de responsabilidade pelo uso de software não licenciado na Federação Russa, de propriedade de um detentor de direitos autorais de países que apoiaram as sanções”.

A medida proposta abrange tanto a responsabilidade civil como a criminal. Se aprovado, significa que a Rússia não cobrará quem usar ilegalmente software cujo detentor dos direitos autorais esteja sediado em um dos países que sancionaram a Rússia.

A maioria das grandes empresas de jogos suspendeu as vendas de seus produtos na Rússia, incluindo os principais fabricantes de consoles. A Microsoft, proprietária do Xbox , anunciou na última sexta-feira que parou de vender produtos e serviços na Rússia .

Nesta quarta-feira, a Sony Interactive Entertainment também disse que “suspendeu todos os envios de software e hardware, o lançamento do Gran Turismo 7 e as operações da PlayStation Store na Rússia”. A Nintendo também confirmou na quinta-feira que estava suspendendo todos os envios de hardware e software para a Rússia “no futuro previsível”, citando “volatilidade considerável em torno da logística de envio e distribuição de bens físicos”.

Outras grandes empresas de jogos que suspenderam as vendas na Rússia incluem Electronic Arts, CD Projekt, Take-Two, Ubisoft, Activision Blizzard e Epic Games. A Niantic também confirmou ontem que seus jogos para celular, incluindo Pokémon Go, em breve não funcionarão mais na Rússia.

E você, o que achou da decisão russa? Deixe seu comentário com a gente! Deixando claro que a GAMER_na_real não apoia nenhum tipo de pirataria. Além de ser ilegal, arquivos de conteúdos piratas podem danificar permanentemente seus hardwares!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
O que achou desta notícia? Comente...x