Sucesso absoluto da desenvolvedora Garena, o Free Fire já deixou de ser apenas um joguinho de celular

Lançado em agosto de 2017, o Free Fire da Garena tem se tornado cada vez mais popular entre o mundo dos jogos eletrônicos. Hoje o game é exclusivo para celular, mas muitos jogadores usam emuladores para se tornar jogável em PC também.

Mesmo tendo o celular como principal plataforma, o Free Fire não deve mais ser considerado apenas um joguinho, como qualquer outro. O sucesso do game atingiu um público gigantesco, tornando o game um dos mais jogados da atualidade.

Tecnicamente, o Free Fire é um game do estilo Batlle Royale, onde jogadores são colocados em uma arena (ou mapa) e devem serem os últimos a sobreviverem, enfrentando os inimigos e se mantendo na zona segura do game, que com o passar do tempo fica menor. O game pode ser jogado em modo solo ou com os amigos, formando uma equipe com objetivo de sobrevivência.

Free Fire, o game

Free Fire coloca até 50 jogadores numa ilha e estes precisam encontrar, rapidamente, armas e equipamentos para tentar sobreviver e eliminar outros jogadores. Assim como qualquer jogo do gênero, o vencedor é o último jogador ainda vivo, ou se jogado em equipe, é a última a sobreviver a equipe vencedora.

No início do jogo, você salta de um avião de paraquedas dentro do mapa. Nesse momento você pode definir onde você irá aterrissar. Talvez um das coisas mais importantes do game é essa primeira decisão, pois dependendo de onde você cair poderá ter um arsenal melhor para se equipar. Porém os locais com maior lot, como as cidades, por exemplo, são as mais disputadas. Ou seja, alguém pode chegar antes de você, se equipar mais rápido e te eliminar.

Por isso uma estratégia também usada é buscar um local mais afastado. Pode não ter tantos itens como armas ou suprimentos, mas você terá um pouco mais de tempo para pensar melhor em qual estratégia seguir, já que nesses locais poucos jogadores iniciam.

O game disponibiliza também veículos, o que é uma boa para você explorar o mapa mais rapidamente. Porém o uso deles pode te tornar um alvo fácil, já que você faz muito barulho enquanto está em um carro. Além disso, enquanto você está usando o carro, sua habilidade em contra atacar por exemplo, fica limitada. Isso faz com que o inimigo tenha vantagens sobre você.

Os tipos de armas disponibilizadas também são muitos. Entre pistolas, snipers, metralhadoras, espingarda, etc. Vale o que o estilo do jogador preferir. Além disso, itens de proteção, como armaduras e capacetes podem ser encontrados no mapa. Vale lembrar que esses itens são danificados com o tempo e que é importante fazer a troca deles assim que encontrar itens melhorados.

Como o jogo envolve sobrevivência e a vitória do último jogador vivo, é aconselhável que você esteja sempre em movimento. Estar sempre parado em um só lugar não é uma boa estratégia, já que os outros jogadores vão estar caçando você. Sendo assim, não estar sempre no mesmo lugar é vantajoso, além de sempre conseguir descobrir outros itens espalhados pelo mapa ou encontrar players que você pode eliminar para chegar mais próximo da vitória.

Outra estratégia é ficar de olho sempre no mini mapa do jogo. Sempre que um adversário estiver por perto, ou inciar um tiroteio próximo de onde você está, no mini mapa será indicado com setas os locais onde terão esse movimento. Isso ajuda muito caso você queira surpreender o adversário e conseguir umas kills ou se você quer fugir dali, em casos onde tem muita gente se confrontando.

Cenário competitivo.

O game teve uma repercussão enorme também no cenário competitivo. Além disso, já teve time brasileiro trazendo título mundial de Free Fire. Em 2019, o Corinthians foi campeão mundial na modalidade. Potência nacional e internacional, o Brasil coleciona recordes em números relacionados ao jogo: times, jogadores e influenciadores viraram estrelas nas mídias digitais.

Corinthians, campeões mundiais de Free Fire em 2019

Relativamente novo se comparado a grandes nomes dos esports como CS:GO e League of Legends, por exemplo, o cenário competitivo de Free Fire, principalmente no Brasil, é bem desenvolvido. Com um calendário que preenche praticamente o ano todo, a cena competitiva do Free Fire pode ser divida em campeonatos de menor e maior expressão, de torneios semanais feito por influenciadores, até ligas nacionais consolidadas e campeonatos mundiais.

Com um cenário já bastante consolidado nos esportes eletrônicos e apelo do público que acompanha os eventos, tanto times endêmicos quanto times do esporte tradicional já investem na modalidade e marcam presença no cenário. Conhecidos do público geral, Corinthians, Cruzeiro e Santos são exemplos de times tradicionais na elite do Free Fire brasileiro.

Requisitos de sistema e plataformas

Free Fire pode ser jogado de duas formas: no formato mobile e em emuladores de celular no computador. Originalmente desenvolvido para o mobile, o Battle Royale da Garena pode ser baixado tanto em sistemas Android quanto em sistemas iOS em suas respectivas lojas, e também em softwares dedicados a PC como o BlueStacks, por exemplo, que simula uma interface de celular no seu computador, habilitando mouse e teclado para o jogo mobile.

Sistema Android

Versão: 4.0.3 ou superior
CPU: Intel Quad Core
Memória RAM: 1 GB
Armazenamento: 600 MB

Sistema iOS

Versão: iOS 8.0 ou posterior
CPU: Todos
Memória RAM: 1 GB
Armazenamento: 600 MB

Recomendações mínimas para PC

Sistema Operacional: Windows 7/8/10 (32 e 64bit).
CPU: qualquer processador Dual-Core com pelo menos 2 GHz de frequência.
Memória RAM: 2 GB ou mais.
Placa de vídeo: Intel HD Graphics 3000 ou superior, compatível com DirectX 11.
Armazenamento: no mínimo 4 GB.

Lembrando que Free Fire tem uma nova versão lançada em setembro: o Free Fire Max, que promete ter gráficos melhorados e jogabilidade mais fluída. Para o Max os requisitos de sistema mudam um pouco.

Sistema Android

Versão: 4.4 ou superior
CPU: Dual core 1.2GHz CPU
Memória RAM: 2GB
Armazenamento: 2.5GB

Sistema iOS

Versão: iOS11
CPU: iPhone 6s
Memória RAM: –
Armazenamento: 3GB

Para jogar o Free Fire Max no PC, as recomendações são as mesmas, porém é aconselhável ter uma RAM de no mínimo 4GB.

Acompanhe no vídeo abaixo uma gameplay de Free Fire, no mapa chamado Bermuda:

E aí, você que curte a GAMER_na_real, joga Free Fire? Se sim comenta aqui com a gente!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
O que achou desta notícia? Comente...x