Uma retrospectiva dos maiores acontecimentos que marcaram o cenário gamer nesse ano

2021 foi um ano bem atípico e conturbado em muitos aspectos, principalmente devido a pandemia que ainda está presente até hoje. E isso não foi diferente no mundo dos games. Porém, foi um ano com grandes novidades que marcaram o cenários dos jogos eletrônicos, tanto no Brasil como no mundo todo. Sendo assim, a GAMER_na_real traz uma lista dos maiores acontecimentos do mundo gamer nesse ano que está nos seus últimos dias.

Acompanhe com a gente!

Cloud Gaming, ou jogos em nuvem

Algo que já acontecia no mundo a fora, mas que no Brasil ainda não tinha chegado, é a tecnologia Cloud Gaming, ou jogos em nuvem. Resumindo, esse serviço de jogos funciona de forma que você mantém seus jogos salvos em sistemas de nuvem e pode jogar sem precisar baixar para o PC ou qualquer outro dispositivo.

Como no Brasil, a rede de internet não é exemplo mundial, muitas pessoas desacreditavam nesse serviço, pois o mesmo prometia que apenas com rede você poderia jogar games em alta performance sem precisar de um PC com capacidade de hardware para processar o jogo. Exemplos de Cloud Gaming são o XCloud da Xbox, Google Stadia da Google, Luna da Amazon, PlayStation Now da PS e Geforce Now da Nvidia.

Porém esse ano, o Cloud Gaming chegou no país e impressionou os brasileiros, pois o serviço funciona de forma fluída e disponibiliza para os gamers com dispositivos mais simples poderem curtir seus games de forma mais completa. O serviço ainda está em Beta, necessitando de vários ajustes, mas já deu para perceber que funciona e que promete ser algo revolucionário no mundo gamer.

A volta dos MMO’s

Os MMO’s ou massively multiplayer online são jogos em que uma grande quantidade de jogadores podem jogar ao mesmo tempo, interagir entre eles e criar conexões, afim de se aliarem ou travarem guerras dentro dos games. Nos anos 90, com o surgimento do Tíbia, jogos desse gênero se tornaram famosos e tiveram uma massa muito grande de gamers simultaneamente conectados.

Porém com o surgimentos dos Battle Royales, como Valorant, PUBG, entre outros e dos MOBAs como League of Legends e Dota 2, os MMO que tinham uma gameplay mais demorada e que exigiam mais tempo de jogatina para avançar na história acabaram perdendo um pouco o brilho.

Porém, em 2021 o mundo foi surpreendido com uma crescente muito considerável de lançamentos de jogos MMOs e consequentemente de números de jogadores, fazendo com que muitos servidores inclusive de jogos mais antigos, fossem readaptados para atender o aumento massivo de gamers.

Isso se dá, provavelmente, devido a necessidade de interação que a pandemia e isolamento levou às pessoas, pois jogos desse gênero possibilitam a interação com amigos mesmo estando longes um do outro.

As decepções de lançamentos

Alguns jogos quando anunciados tiveram uma repercussão gigante devido a expectativa do gamers para esses lançamentos. Com promessas revolucionárias, temáticas diversas e jogabilidade impressionante, tivemos games que passaram longe do esperado e acabaram se tornando as maiores decepções desse ano.

Exemplo disso é Cyberpunk 2077. Game que trouxe Keanu Reeves, um grande ator de Hollywood para os gráficos, o jogo é um RPG lançado pela CD Projekt e tem uma pegada futurística em mundo aberto, com diversas missões espalhadas pelo mapa. Porém o jogo foi lançado com muitos erros gráficos, muitos bugs e falhas e acabou se tornando piada entre os gamers, apelidando o game de “Cyberbug 2077”. Atualizações e correções já ocorreram, porém ainda tem previsão de correções para 2022.

eFootball da Konami foi mais um game decepcionante. A empresa que produziu até então o aclamado PES, trocou o nome do game e lançou o eFootball, além de ser gratuito, o que animou os jogadores. Mas o lançamento rendeu críticas enormes devido aos inúmeros bugs do jogo, com distorção de gráficos, física mal aplicada, entre outros tantos.

Mais uma decepção foi o remaster de GTA III, Vice City e San Andreas, intitulado de GTA Trilogy. Além de ter um valor altíssimo de venda (no Brasil, lançamento foi de R$ 360,00), o remaster foi alvo de críticas, pois continha muitas falhas gráficas, bugs, além de não ter sido aplicadas grande melhoria gráfica como os remasters geralmente aplicam.

Explosão dos jogos Indies

2021 foi o ano de ouro para jogos criados por pequenas equipes ou de forma independente, os chamados jogos indies. Quem assistiu ou acompanhou os indicados à premiações diversas de games nesse ano sabe que esses jogos foram destaque em muitos aspectos na indústria dos jogos eletrônicos, revelando talentos de grande porte para o mercado.

Jogos como Kena, Twelve Minutes, Deaths Door, Inscryption, The Art Full Scape, o brasileiro Dandy Ace e muitos outros títulos foram muito aclamados pela crítica e pelos jogadores. Embora sejam jogos com pouco investimento, quase nenhum patrocínio e com pouca equipe, os trabalhos indie desse ano foram surpreendentes e dignos de premiações. Vale a pena conferir muitos deles.

Filmes e séries de jogos

Geralmente era mais comum que jogos fossem baseados em filmes ou séries, como por exemplo os jogos de super heróis. Mas 2021 foi um ano em que jogos inspiraram um grande número de títulos de filmes e séries, levando o público gamer a acompanhar esse tipo de entretenimento. The Witcher, Monster Hunter, Dota Dragons Blood, Mortal Kombat, Arcane (de League of Legends) e Uncharted que deve ser lançado em 2022, além da série de The Last of Us que também está em desenvolvimento. Esses foram alguns dos títulos mais aclamados vindos de games direto para as telas de TV ou de cinema.

Quem joga video game e conhece as histórias por traz dos jogos sabe o quanto é divertido ver essa história representada. Logo filmes e séries desse gênero se tornaram grandes investimentos do mercado.

Riot Games, o ano foi dela!

A produtora de League of Legends já vem há anos tendo seu nome entre as maiores empresas de jogos do mundo. Mas 2021 foi o ano em que a Riot saiu da caixa de verdade. Além de seu game mais tradicional, o LOL e o mode Teamfight Tatics do game, Legends of Runeterra e Valorant, A Riot realizou em novembro o evento Riot Forge para mostras as novidades da empresa.

No evento, lançou o Hextec Mayhem – A League of Legends Story e Runned King, além de anuciar Conv/rgence, que tem Ekko como protagonista e Project L que é um game de luta em estilo Mortal Kombat. Além disso, a série Arcane foi lançada, e virou sucesso imediato, garantindo grandes pontuações de críticas. Ou seja, podem ser esperados grandes lançamentos e grandes novidades ainda da Riot para 2022.

E você, lembra de mais algum acontecimento que marcou o mundo gamer em 2021? Deixa seu comentário para a gente!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
O que achou desta notícia? Comente...x